Sínodos Vale do Itajaí e Norte Catarinense - 21 de outubro de 2017
Abril 2016

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba nossas novidades em seu e-mail.


Última hora

Unicef alemão perde certificado para instituições de caridade

Decisão do Instituto Nacional Alemão para Questões Sociais (DZI) aumenta a crise do comitê alemão do Unicef, envolvido em escândalo de desvio de recursos.

O comitê nacional alemão do Unicef perdeu nesta terça-feira (19/02), após 12 anos, o certificado de aprovação do Instituto Nacional Alemão para Questões Sociais (DZI), que avalia a probidade de instituições de caridade na Alemanha. Em comunicado divulgado na quarta-feira, o DZI afirma que não recomenda doações ao Unicef alemão e acusa o órgão de agir em não-conformidade com os critérios de concessão do selo.

Segundo o DZI, o comitê alemão do Unicef omitiu ter pago comissões a arrecadadores de recursos, o que é contrário às normas para concessão do certificado do instituto. O DZI também questionou o pagamento de uma comissão de 30 mil euros a um arrecadador em troca de uma doação de 500 mil euros.

Na avaliação do DZI, a direção do Unicef da Alemanha deve ser "drasticamente melhorada" para que falhas semelhantes não voltem a acontecer. A ex-presidente do comitê alemão do Unicef Heide Simonis e o diretor-executivo Dietrich Garlichs já haviam renunciado aos cargos devido às denúncias de pagamentos de altos honorários para consultores externos. A nova diretoria do comitê alemão do Unicef será eleita em abril.

Recuperar o selo

 "Essa decisão nos atinge de uma maneira dura, não contávamos com isso", afirmou o presidente interino do Unicef, Reinhard Schlagintweit. Ele prometeu uma reforma ampla da instituição. "Sabemos que erros graves foram cometidos", disse Schlagintweit. Ele disse que os exemplos citados pelo DZI são casos isolados.

O presidente do DZI, Burkhard Wilke, disse que o comitê alemão do Unicef poderá recuperar o certificado a partir de 2010, caso venha a solicitá-lo no próximo ano. O Unicef alemão comunicou que solicitará a concessão do selo o mais rápido possível.

Simonis disse à agência de notícias AP que se sentiu "reabilitada" com a suspensão do selo do DZI, mas lamentou a decisão. Ela se afastou do órgão por divergências com Garlichs, que continua sendo investigado pela promotoria pública de Colônia.

Orientar os doadores

Desde o início do escândalo, o comitê alemão do Unicef perdeu mais de 5% dos seus 200 mil doadores regulares. O selo concedido pelo DZI tem por objetivo orientar os doadores sobre a confiabilidade e probidade das instituições de caridade. Em torno de 130 organizações alemãs possuem o certificado.

O Unicef possui comitês nacionais em 37 países e desenvolve programas de auxílio a crianças em cerca de 160 países. Em todo o mundo, os comitês são responsáveis por cerca de um terço do orçamento do órgão das Nações Unidas. O comitê alemão, fundado em 1956, arrecadou 97,3 milhões de euros em 2006, dos quais 74,1 milhões em doações.

Deutsche Welle

Voltar
ÚLTIMA HORA

EDIÇÃO • Abr/2016

ASSINATURAS
Receba O Caminho em sua casa
Assinatura anual R$ 55,00
Assinatura de apoio R$ 65,00

Ligue: (47) 3337-1110

Entre em contato