Sínodos Vale do Itajaí e Norte Catarinense - 22 de agosto de 2017
Abril 2016

NEWSLETTER
Cadastre-se e receba nossas novidades em seu e-mail.


Edição - Abril 2016

Reflexão

Tema do Ano - Livres pela Graça para cuidar

O verbo “cuidar”

Para compreendermos o sentido que o verbo cuidar evoca é necessário que nos sintamos pessoas banhadas, inundadas pela graça do amor de Deus. Se nos sentirmos amadas e queridas por Deus e nos compreendermos parte integrante e ativa de sua bela e imensa criação, esse verbo passa de uma ordem para uma reação executada com amor. 

Não soará mais como uma imposição: Você deve cuidar! Mas será antes, uma reação cheia de amor: Eu cuidarei! Cuidarei de mim, de ti, de nós, de nossa rua, nossa cidade, toda criação. 

Vista turva

Quando o povo de Deus caminhava com a vista embaçada e segundo sua própria vontade Deus enviou profetas e profetisas para que lhe abrissem os olhos e enxergassem suas falhas (Amós 5.14a). 

Seguimos como povo de Deus caminhando com a vista turva e também perdemos o rumo. Perdemos o bom senso, já não sabemos o que é certo, o que é errado, também nossos olhos precisam ser urgentemente abertos. 

Lucidez

Quando reconhecemos a maravilhosa graça de Deus, do Deus de Jesus Cristo que com amor nos cuidou, salvou, transformando para sempre a morte em vida, então nossos olhos se abrem. E assim, somos novamente trazidos à luz, à lucidez e junto trazemos outras pessoas mais, desembaçando suas vistas. 

Carecemos ser inundados e inundadas por essa certeza que nos liberta diariamente. Faz-se urgente espalhar sinais do amor de Deus para que o mundo o veja, o conheça e reconheça (Mateus 5.18). 

Vivendo de graça da graça, somos convidadas a ser pessoas gratas porque das mãos de pessoas gratas brotam cuidado, proteção e amor para com toda a criação.

Pa. VERA REGINA WASKOW / Curitiba

Voltar
ÚLTIMA HORA

EDIÇÃO • Abr/2016

ASSINATURAS
Receba O Caminho em sua casa
Assinatura anual R$ 55,00
Assinatura de apoio R$ 65,00

Ligue: (47) 3337-1110

Entre em contato